Saiba porque a psicanálise é livre para quaisquer profissionais e não graduados

Saiba porque a psicanálise é livre para quaisquer profissionais e não graduados!

  • Qual as origens da psicanálise?

Podemos dizer que as origens da psicanálise está relacionada à vida de seu criador, o grande Sigmund Freud (1856-1939). O Médico e Psiquiatra por formação se dedicou o estudo da mente humana. Buscou a profunda compreensão da histeria que já existia e era tratada de outra forma pela medicina. Desenvolveu seus estudos sobre a neurose, psicose e persevão, e a partir de diversos casos clínicos se deparou com a sexualidade. O objeto de estudo da psicanálise concentra-se na relação entre os desejos inconscientes e os comportamentos e sentimentos vividos pelas pessoas. A teoria da psicanálise, também conhecida por “teoria da alma”. 

  • E porque a psicanálise é livre para todas profissões e não graduados?

No ano de 1925, a Psicanálise chega aos tribunais por causa de um processo contra o psicanalista Theodor Reik, membro da Sociedade Psicanalítica de Viena, acusado de “exercício abusivo da profissão médica” e de “charlatanismo”. Freud intervém na questão junto a um juiz para explicar que um psicanalista não tem necessariamente que ser médico. O mal-entendido sobre a prática analítica (considerada como atividade médica) torna-se uma questão jurídica.

Naquele mesmo momento o acontecimento gerou um grande debate entre os psicanalistas. Temendo sobre o destino da psicanálise, Freud escreve a Paul Federn: “Não peço que os membros (International Psychoanalytical Association) para que adotem meus pontos de vista, mas vou sustentá-los em particular, em público e nos tribunais”, e acrescenta: “Mais dia, menos dia será necessário travar essa batalha pela análise leiga. Melhor agora que mais tarde. Enquanto viver, tentarei impedir que a psicanálise seja engolida pela medicina ”. Portanto após este fato, Freud como seu criador, deixou bem claro que sua criação (psicanálise) era livre para todas e quaisquer profissões, não sendo desta forma uma técnica exclusiva de nenhum grupo profissional.

A Psicanálise no mundo inteiro é tida como uma profissão livre. No Brasil embora não seja considerada uma profissão regulamentada, é respaldada para o seu livre exercício por meio do CBO 2515-50 do MTE. É exigido que no mínimo que o terapeuta possua o ensino médio e possua a formação profissional livre em psicanálise por instituição ou terapeuta didata devidamente credenciados para este fim.  

Ainda hoje algumas instituições e sociedades psicanalíticas no Brasil vivem um debate tão antigo acerca de quem pode ou não ser um psicanalista, aceitando somente profissional médico ou psicólogo.

Sempre que necessitamos discutir, debater uma determinada questão, seja ela qual for, e, sobretudo, quando temos de afirmar um posicionamento sobre essa questão, é imprescindível que tenhamos conhecimento de causa sobre isso. E ter conhecimento de causa é ter ciência da história e dos princípios das coisas e das causas, conforme ensina a metafísica de Aristóteles. E  infelizmente não é o que demonstram algumas instituições e sociedades psicanalíticas no Brasil que dizem Freudianas. 

A psicanálise nasceu para ser uma profissão livre e laica segundo Freud, e não para ser feudo ou monopólio de alguém ou sociedade alguma. E, se algum dia isso vier acontecer, a partir daí a Psicanálise poderá ser qualquer coisa, menos Psicanálise. 

  • Conheça nossa Formação em Psicanálise Clínica Intensiva

Escola de Psicanálise Clínica Sigmund Freud – SPSIG faz parte do Instituto GAIO Formação Social & Profissional, fundação em 12 de Agosto de 2008. A nossa Escola de formação psicanalítica visar formar profissionais capacitados para  atuarem como terapeutas na luz da Psicanálise em consultório particular ou em qualquer outro ambiente em que o conhecimento psicanalítico possa ser aplicado.  Abrange também pessoas que querem utilizar a Psicanálise em sua área de trabalho, para pesquisa ou para docência na área ou para aprimoramento pessoal.